Neurobiologia da analgesia induzidapor acupuntura manual e eletroacupuntura: revisão de literatura

Alexandre Bastos Luiz, Márcio Antônio Babinski, Arthur Sá Ferreira

Resumo


Este trabalho revisa pesquisas experimentais e clínicas publicadas entre 1976-2011 sobre os mecanismos neurobiológicos da analgesia por acupuntura manual e eletroacupuntura. São discutidas as ações do sistema de opioides endógenos como o principal mecanismo responsável pela analgesia induzida acupuntura no contexto dos diversos modelos de estimulação com agulhas. A ampla maioria dos estudos realizados nas últimas décadas apoiam a hipótese de que o cérebro processa os sinais e organiza os efeitos analgésicos induzidos pela acupuntura. A eletroacupuntura aplicada em frequências específicas pode facilitar a liberação seletiva de determinados neuropeptídios no sistema nervoso central, provocando diferentes efeitos fisiológicos e ativando mecanismos de autocura. A analgesia por acupuntura é um processo neurobiológico complexo, mediado não apenas por endorfinas, encefalinas e dinorfinas mas também por uma grande variedade de neuropeptídios, hormônios, monoaminas, catecolaminas e substâncias moduladoras e transmissoras tais como a serotonina, a neurotensina, a colecistoquinina octapeptídeo, a angiotensina II, a dopamina e a noradrenalina.

Palavras-chave


Analgesia por acupuntura; Peptídeos opioides; Serotonina

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/cntc.v1e1201271-84

Cad. naturol. terap. complem. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, 2316-915X

Licença Creative Commons
O trabalho Cadernos de Naturologia e Terapias Complementares está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/CNTC.