Caracterização da produção científica sobre meditação na áreada Saúde e na Enfermagem: revisão de literatura

Marcos Venicio Esper, Juliana Rizzo Gnatta, Maria Júlia Paes da Silva

Resumo


Introdução: A meditação tem sido reconhecida na literatura científi¬ca como prática complementar de saúde e como uma técnica útil para tratar doenças orgânicas e psíquicas. Objetivo: Este estudo objetivou caracterizar o panorama das publicações acerca do tema “meditação”, considerando país de origem, idioma, subárea do conhecimento, tipo de estudo e resultado da técnica. Material e Métodos: Revisão de lite¬ratura para a qual os dados foram coletados em janeiro de 2014 por meio de consultas às seguintes bases de dados: Embase, Lilacs, Pub¬med e Scielo. A busca limitou-se a estudos publicados entre 2001 a 2014, e não houve restrição de idioma. Resultados: Dos 170 artigos avaliados, a maior parte é proveniente dos Estados Unidos e Reino Unido, havendo predomínio da língua inglesa a da subárea medicina. O principal desenho de pesquisa adotado foi o ensaio clínico e, cerca de 70,0% dos estudos obtiveram resultados positivos. Considerações finais: Há uma discrepância entre o número de publicações sobre me-ditação em nível internacional em comparação ao nacional e pouca expressividade das publicações de Enfermagem sobre meditação. 


Palavras-chave


Meditação; Terapias complementares; Enfermagem; Revisão

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/cntc.v5e8201639-46

Cad. naturol. terap. complem. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, 2316-915X

Licença Creative Commons
O trabalho Cadernos de Naturologia e Terapias Complementares está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/CNTC.