TERAPIAS COMPLEMENTARES NA REDUÇÃO DE SINTOMAS DO CLIMATÉRIO: ENSAIO CLÍNICO

Eliseth Ribeiro Leão, Maria Júlia Paes da Silva, Léia Fortes Salles, Ana Lucia Lopes Giaponesi, Leonice Fumiko Sato Kurebayashi

Resumo


Objetivo: Estudo clínico randomizado buscou analisar a eficácia da Terapia Floral, Auriculoterapia, Toque terapêutico no controle de sintomas climatéricos. Método: 118 mulheres foram randomizadas e atendidas por três meses, de 2008 a 2010. Resultados: Houve redução dos fogachos e da insônia nos três tratamentos (p< 0,05). A média dos escores da Ansiedade-estado reduziu de 42,73 para 37,31(p=0,000) e o Índice menopáusico diminuiu significativamente (p=0,000). Quanto à eficácia não houve diferença estatística entre os três tratamentos. Quanto ao tamanho do efeito, observou-se, maior índice de tamanho de efeito para o índice menopáusico no grupo de Toque terapêutico, com 2,31(huge effect) e 69% de redução dos sintomas e para os sintomas de Ansiedade-estado, o maior tamanho de efeito foi de 0,90 (large effect), com 18% de diminuição dos sintomas. Conclusão: As três terapias estudadas demonstraram eficácia para a redução dos sintomas do climatério (sem diferença estatística entre elas). O maior tamanho de efeito foi observado para o grupo de toque terapêutico.


Palavras-chave


Climatério; Auriculoterapia; Medicamentos florais; Toque terapêutico

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/cntc.v4e6201511-19

Cad. naturol. terap. complem. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, 2316-915X

Licença Creative Commons
O trabalho Cadernos de Naturologia e Terapias Complementares está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/CNTC.