PERFIL DA UTILIZAÇÃO DAS TERAPIAS ALTERNATIVAS/ COMPLEMENTARES DE SAÚDE DE INDIVÍDUOS ORIUNDOS DO SISTEMA COMPLEMENTAR DE SAÚDE

Maria Fernanda Zorzi Gatti, Eliseth Ribeiro Leão, Maria Julia Paes Silva, Celice Romero Aquino

Resumo


Estudo do tipo survey quantitativo com o objetivo de descrever o perfil de utilização das terapias alternativas/complementares (TAC). A amostra por conveniência não probabilística foi composta por 237 pacientes de uma instituição privada de médio porte, da cidade de São Paulo, Brazil. A maioria da amostra foi constituída por adultos (57%) e do sexo feminino (61%). A utilização de algum tipo de TAC foi relatada por 83% dos entrevistados, com predominância da acupuntura. A experiência anterior positiva e o fato de ser um tratamento não medicamentoso foram os motivos mais citados para utilização das TAC. A orientação específica de um profissional de saúde foi pouco indicada. A perspectiva de novas formas de tratamento aliada às observações de resultados satisfatórios figuraram como importantes razões para adesão a este tipo de tratamento. A solução da queixa clínica, bem como o custo elevado foram apontados pela amostra estudada, como principais motivos para a não continuidade de uso das terapias complementares.

Palavras-chave


Terapias Complementares; Acupuntura; Promoção da Saúde

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/cntc.v4e6201529-35

Cad. naturol. terap. complem. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, 2316-915X

Licença Creative Commons
O trabalho Cadernos de Naturologia e Terapias Complementares está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/CNTC.