Princípios centrais da relação de interagência: uma contribuição para a clínica naturológica

Raquel de Luna Antonio

Resumo


Introdução: A Naturologia é um conhecimento que preconiza uma visão ampliada dos processos de saúde e oferece uma perspectiva de promoção e educação para a saúde. Tem sua origem no Brasil nos mesmos movimentos que consolidaram a Naturopatia neste país e no mundo, e suas especificidades são o diálogo entre as racionalidades de saúde como proposta epistemológica e a Relação de Interagência. Relação de Interagência é o nome dado à relação terapêutica na Naturologia. Objetivo: Revisar a literatura sobre a Relação de Interagência para identificar, sumarizar, sistematizar e discutir os princípios centrais que a norteiam, sob uma perspectiva clínica. Percurso metodológico: Foi realizada uma revisão narrativa da literatura, e os achados sobre a Relação de Interagência foram dialogados com saberes de outras áreas. Desenvolvimento: Dentre diversos conceitos citados como norteadores da Relação de Interagência na literatura disponível, 5 princípios centrais foram destacados para fins de sintetização: presença; empatia; integralidade; autonomia; e corresponsabilidade. Estes princípios são apresentados e discutidos ao longo do artigo, e foram feitos apontamentos de aplicação prática quando pertinente.

Palavras-chave


naturologia; naturopatia; relação de interagência

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/cntc.v6e11201781-91

Cad. naturol. terap. complem. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, 2316-915X

Licença Creative Commons
O trabalho Cadernos de Naturologia e Terapias Complementares está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/CNTC.