Escolarização de alunos com altas habilidades/superdotação na escola pública da educação básica

Cléia Demétrio Pereira, Gladys Santos Alcântara, Mariléia Mendes Goulart

Resumo


Este texto apresenta os resultados de um estudo realizado em 2013, e visa refletir sobre a escolarização e identificação de alunos com altas habilidades e superdotação na educação básica, de Santa Catarina, além de ampliar as discussões nessa área. A pesquisa teve uma abordagem qualitativa, tipo descritiva, e utilizou-se de um roteiro de entrevista, como instrumento de coleta de dados e um balanço de produções sobre o tema. O estudo apontou a ausência de dados de alunos identificados com altas habilidades e superdotação e uma restrição de trabalhos publicados. Verificou-se que os professores têm se preocupado mais com os alunos que apresentam dificuldades ou alguma deficiência, situação que contribui para a manutenção desses sujeitos no campo da invisibilidade. As contribuições de Winner (1998), Virgolim (2007), Fleith (2007) foram fundamentais para ampliar os conhecimentos, além de refletir sobre a realidade desses alunos no contexto da educação básica.


Palavras-chave


Escolarização; Altas Habilidades e Superdotação; Atendimento Educacional Especializado.

Texto completo:

PDF/A