O desafio de conviver com as diferenças

Analice Wiggers Barbi, Camila de Bem Orige, Kátia Regina Constantino Corrêa, Luana Medeiros Bonetti, Rosandra Schlickmann Sachetti Hübbe, Sandra Pereira Domingues

Resumo


As práticas de violência e preconceito podem desencadear dificuldades de aprendizagem e traumas ao longo da vida e se apresentam como um grande desafio para a comunidade escolar. Assim, é necessário sensibilizar os envolvidos quanto à importância da solidariedade e da singularidade, com ações educativas que promovam o respeito ao "diferente" e ajudem na formação de cidadãos conscientes. A partir disso, as acadêmicas bolsistas de Iniciação à Docência do Programa PIBID – IDs de Biologia e Pedagogia – da E.E.B. Professora Célia Coelho Cruz, desenvolveram o projeto “O desafio de conviver com as diferenças”. As IDs realizaram, no Ensino Fundamental, atividades de contação de histórias, roda de conversas, exibição de vídeos, confecção de cartazes e gincana cultural. Esse projeto teve como objetivos: melhorar e conservar as relações de convivência dentro e fora do ambiente escolar; estimular debates em torno das práticas e consequências do bullying; desenvolver a percepção de que vivemos em uma sociedade plural constituída por indivíduos singulares. O projeto trouxe resultados significativos, principalmente durante a realização das tarefas da gincana, em que os discentes exercitaram uma série de habilidades, como aprender a avaliar e decidir, além da capacidade de ouvir e respeitar opiniões diversas. Para que tivessem êxito no resultado final, souberam argumentar e dividir tarefas, competências essenciais para a vida adulta. Percebemos também que as acadêmicas, bolsistas Ids passaram a ter mais confiança em si mesmas e adquiriram mais autocontrole para lidar com situações inesperadas. Além disso, ao vivenciarem todas as etapas do projeto, tiveram a oportunidade de perceber os comportamentos dos alunos e de avaliar a aprendizagem, o domínio e a ampliação de conhecimentos relacionados à dinâmica em grupo. Concluímos que, ao executarmos as atividades propostas, conseguimos, não somente contemplar os objetivos pré-estabelecidos, mas também, beneficiar toda a comunidade escolar.


Palavras-chave


Educação; Convivência; Ações diversificadas.

Texto completo:

PDF