Mapas mentais e sistemas de informações geográficas no estudo da percepção e sensibilização ambiental: possíveis integrações

Edson Rodrigues de Souza, Fátima Elizabeti Marcomin

Resumo



O geoprocessamento tem sido cada vez mais utilizado para estudos e análise ambiental, permitindo realizar o diagnóstico das condições ambientais de um determinado local. O presente estudo inter-relaciona a percepção ambiental obtida por meio dos mapas mentais com o Sistema de Informações Geográficas e a imagem de satélite. Para tanto, utilizou-se, como instrumento de coleta de dados e análise, um questionário anexado a uma imagem de satélite (Google Earth, 2006). Este foi aplicado a uma amostra de 217 universitários da UNISUL (Campus Tubarão), dos prédios Sede, Dehon, Pedagógico e Cettal. Utilizou-se, para mapeamento da percepção, o Sistema de Informação Geográfica (SIG) Idrisi 2.0, com o auxilio de programas computacionais, como o software para digitalização Cartalinx 1.04, o Corew Draw (Graphics Suite X4), e o Power Point (Windows XP). A integração do Sistema de Informações Geográficas aos dados de análise da percepção e sensibilização ambiental, relativos aos mapas mentais, possibilita uma abordagem para o estudo dessa percepção, assim como favorece a sensibilização ambiental.

Palavras-chave


Percepção; Sensibilização ambiental; SIGs

Texto completo:

PDF