O estágio como estratégia de viabilização do princípio da integralidade da saúde

Lúcia Helena Fernandes de Souza

Resumo


O Sistema Único de Saúde (SUS) prioriza o conjunto de ações voltadas à melhoria da qualidade da assistência à saúde prestada à população, objetivando maior resolubilidade, satisfação do usuário e legitimação da política de Saúde desenvolvida no Brasil. No entender do Ministério da Saúde, a Atenção Básica orienta-se pelos princípios da universalidade, da acessibilidade e da coordenação do cuidado, do vínculo e continuidade, da integralidade, da responsabilização, da humanização, da eqüidade e da participação social, tendo como estratégia prioritária a Saúde da Família. A Unisul, com a criação da UnA, prevê também o planejamento das ações em cada curso e as ações compartilhadas, a partir da elaboração dos Planos de Ação. Entre as atividades a serem realizadas, a partir do Plano de Ação, a UnA da Saúde optou pela realização da atividade integrada no campo de estágio, no primeiro semestre de 2007, como mecanismo de compartilhar as ações pedagógicas dos cursos da UnA. Esta prioridade surge a partir da compreensão de que é urgente o alinhamento dos PPCs dos cursos da UnA da Saúde no que tange à organização curricular, pautada tanto nas diretrizes curriculares do MEC quanto nas orientações da Atenção Básica à Saúde. A realização da atividade integrada no campo do estágio oportuniza aos acadêmicos a experiência do atendimento integral do paciente por meio da comunicação e da articulação das ações multiprofissionais.

Palavras-chave


Saúde pública; Planejamento; Abordagem interdisciplinar do conhecimento

Texto completo:

PDF