Palco movediço: questões para o teatro de Machado de Assis

Rafaela Scardino

Resumo


Analisaremos a comédia O caminho da porta, de Machado de Assis, a partir da proposição de Cecília Loyola, para quem o teatro machadiano nos oferece aparatos realistas — como os cenários e o prosaísmo das situações que motivam o enredo — mas retira-lhes a estabilidade da estrutura nuclear, que substitui por outra, múltipla e movediça. Um exemplo dessa retirada de estabilidade seria a proposta machadiana de um raisonneur deliberadamente desacreditado, que significa um afastamento considerável em relação à estrutura realista.

Palavras-chave


Machado de Assis; Literatura brasileira (teatro); Comédia; Teatro realista; Raisonneur

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rcc.v8e12013135-141

R. crít. cult., Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1980-6493

Licença Creative Commons
Revista Crítica Cultural de http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Critica_Cultural/index está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.