O trabalho de leitura dialógico em uma transposição do texto verbal para um texto sincrético

Cristiane Passafaro Guzzi

Resumo


A possibilidade de um estudo pormenorizado sobre o processo criativo de uma minissérie televisiva, baseada na transposição de uma obra literária, nos instigou a querer compreender melhor as relações existentes entre Literatura e Cinema, Literatura e Televisão, especialmente após o trabalho realizado pelo diretor Luiz Fernando Carvalho, ao adaptar o romance Dom Casmurro (1899), de Machado de Assis, para a minissérie Capitu (2008). A compreensão que fazemos da leitura de Carvalho transparece nos ressoos figurativos que ele evidencia por intermédio dos procedimentos de citação, seja de forma direta, seja de forma indireta. Esse ressoo de traços de significação, que nos remetem aos diálogos com outros textos e com outras tradições, configuram-se desde a escolha do cenário, o posicionamento da iluminação, os efeitos de enquadramento da câmera, a caracterização e o vestuário das personagens, até a trilha sonora escolhida para embalar a trama, preenchendo e atualizando, assim, o texto de Dom Casmurro de novas visibilidade, diálogos e interpretações.

Palavras-chave


Transposição; Machado de Assis; Procedimentos discursivos de citação; Luiz Fernando Carvalho

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rcc.v8e22013255-273

R. crít. cult., Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1980-6493

Licença Creative Commons
Revista Crítica Cultural de http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Critica_Cultural/index está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.