v. 5, n. 1 (2010)

Sumário

Tradução

O sonho como palavra precisa PDF
Fernando Scheibe 3-15
Hal Foster e a crítica ao primitivismo vanguardista PDF
Larissa Costa da Mata 16-84
Florencia Garramuño traduz Graciliano Ramos PDF
Jorge H. Wolff 85-102

Artigos

“... porque um preto é feio” – A Flauta Mágica de Mozart e a figuração do Outro PDF
Klaus Eggensperger 103-128
Subterrânea: por um estado de emergência efetivo PDF
Flávia Cera 129-145
Ejercicios de memoria: sobre los modos de reconstruir la memoria vanguardista en Oswald de Andrade, Jorge Luis Borges, Mário de Andrade y Oliverio Girondo PDF
Mario Cámara 146-163
O romance como experiência cultural: o diálogo crítico de Lima Barreto PDF
Carmem Lúcia Negreiros de Figueiredo 164-185
O “nó de pensamento” de Luis Miguel Nava: cenas, alegorias, corpos e memórias PDF
Sandro Ornellas 186-206
Cesário Verde, nem lá nem cá PDF
Júlia Vasconcelos Studart 207-218
A lírica menor: por uma Teoria da Literatura das Literaturas Africanas de Língua Portuguesa PDF
Lívia Natália Santos 219-231
Edgar Allan Poe, Machado de Assis e Julio Cortázar: três visões do conto em conjunção PDF
Roxana Guadalupe Herrera Alvarez 232-251
O insólito prazer do fantástico: o discurso metalinguístico em “A queda da Casa de Usher”, de Edgar Allan Poe PDF
Paulo Sérgio Marques 252-293