A utilização do método histórico em pesquisa acadêmica de marketing

Fernanda Filgueiras Sauerbronn, Alexandre Faria

Resumo


O presente artigo tem por finalidade discutir o uso do método histórico em marketing, atendendo a uma série de convocações que vêm ocorrendo no cenário acadêmico internacional. O argumento central dos autores é de que o método apresenta grande potencial para auxiliar na superação da crise de relevância que a área de marketing está sofrendo, juntamente com a área de estratégia. Esta crise está indiretamente associada à uma virada no sentido contrário ao método histórico e é motivada, principalmente, por uma inclinação ao tratamento “científico” que veio a dominar o campo de estudos. Os autores desenvolvem o argumento central apresentando o método histórico (ou historiografia), mostrando suas principais características segundo as correntes da História Tradicional e da Nova História. Em seguida discutem o uso do método histórico nos estudos de administração e, mais especificamente, em marketing contemplando suas possíveis aplicações segundo diferentes perspectivas. Ao final do artigo os autores traçam considerações quanto ao uso do método histórico em marketing advogando sua ampliação, por meio da constituição de agendas de pesquisa, como forma de resgatar seu caráter crítico e minimizando o monismo metodológico, a importação teórica, os princípios empíricos e a busca por leis universais.

Palavras-chave


Metodologia; Método histórico; Historiografia; Pesquisa em marketing

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/reen.v2e2200977-95

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


R. eletr. estrat. neg.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1984-3372

Licença Creative Commons


REEN is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported .