Avaliação do desempenho de organização social: a experiência do estado de Santa Catarina

Ademar Dutra, Mara Regina Hermes Luz

Resumo


O presente artigo tem como objetivo apresentar e discutir a experiência do Estado de Santa Catarina na implementação do Programa de Incentivo às Organizações Sociais (OS), ao descrever o processo de criação da primeira OS e analisar os resultados alcançados por meio da avaliação de seu desempenho. As Organizações Sociais surgem como uma inovação na forma de gestão pública, pois representam uma parceria entre o Estado e a sociedade civil. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica descritiva desenvolvida a partir de consultas a livros, leis, relatórios e documentos públicos. Como resultados, esta pesquisa apresenta o desempenho alcançado pela OS, a partir das metas e serviços contratados, além de caracterizar as limitações e/ou potencialidades da experiência realizada. Constatou-se que as principais limitações envolvem: (i) processo de negociação simplificado entre as partes envolvidas; (ii) limitada discussão interna; (iii) interlocução desarticulada; e, (iv) metas fixadas para períodos muito curtos.

Palavras-chave


Avaliação de desempenho. Organização social. Contrato de gestão. Gestão pública.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/reen.v2e22009141-161

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


R. eletr. estrat. neg.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1984-3372

Licença Creative Commons


REEN is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported .