Isomorfismo institucional em universidades do sistema ACAFE – uma análise do curso de administração

Marcelo Pedro Vieira, Denise Del Prá Netto Machado

Resumo


Este estudo tem como objetivo averiguar a existência do isomorfismo institucional nos cursos de administração de duas universidades do sistema ACAFE, bem como explicitar os tipos de isomorfismos encontrados. Para isso, partiu-se da pergunta de pesquisa como o processo de institucionalização dos cursos de administração gerou isomorfismos? Desta forma, partiu-se do pressuposto que em algum momento os cursos se institucionalizaram de forma a apresentar características similares. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas realizadas com os coordenadores dos cursos e buscaram-se evidências que mostrassem a existência de isomorfismos. As entrevistas direcionadas foram conduzidas e gravadas in loco respeitando um modelo semiestruturado baseado nas diretrizes já usadas por Morandi, Mascia e Cicchetti (2009) em que se buscava perceber isomorfismo organizacional, nas quais as perguntas focavam encontrar vestígios de categorias que comprovassem comportamentos, atitudes e normas relacionadas com o pressuposto de Dimaggio e Powell (1983). Os cursos de administração são moldados de certa forma por um currículo mínimo de conhecimentos exigidos por órgãos como o conselho da categoria e o órgão regulamentador do ensino no Estado. Observa-se também a existência de semelhanças advindas de técnicas organizacionais, assim evidenciando isomorfismos coercitivos, miméticos e normativos.

 


Palavras-chave


Administração. Isomorfismo. Teoria Institucional.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/reen.v5e32012177-198

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


R. eletr. estrat. neg.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1984-3372

Licença Creative Commons


REEN is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported .