Confiabilidade das medidas da face na escolha da largura dos dentes antero-superiores

Angela Guimarães Trevisan, Alef Vermudt, Janaina Salomon Ghizoni, Jefferson Ricardo Pereira, Saulo Pamato

Abstract


Quando dentes anteriores são perdidos a substituição artificial é necessária. Um dos maiores objetivos para os profissionais de Odontologia é produzir próteses que desafiam a sua detecção. Restabelecer uma adequada dimensão mésio-distal dos dentes anteriores superiores é talvez o maior desafio e a maior dificuldade encontrada pelos cirurgiões dentistas principalmente frente à falta de registros prévios à extração. Nesse contexto o presente trabalho, através de uma revisão de literatura, avaliou a confiabilidade das medidas faciais, bem como da proporção áurea para a seleção adequada da largura dos dentes anteriores superiores. Através desse estudo pode-se observar que a proporção áurea não é encontrada na maioria da população bem como a maior parte das técnicas que utilizam referências anatômicas faciais não devem ser usadas como um fator preditivo para a seleção dos dentes anteriores superiores, porém podem ser usadas como um guia, pois podem ser importantes ferramentas na reabilitação de um sorriso quando não há referências para o planejamento. Parece serem necessários mais estudos para procurar as causas desses métodos não serem encontrados em uma parcela significativa da população.

PALAVRAS-CHAVE: Análise facial. Proporção áurea. Largura dos dentes anteriores superiores. Medidas da face.




DOI: http://dx.doi.org/10.19177/jrd.v6e120181-15

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Journal of Research in Dentistry, University of Southern of Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2317-5907

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.