Aspectos sistêmicos e odontológicos de portadores de paralisia cerebral

Leila Maués Oliveira Hanna, Rodolfo José Gomes de Araújo, Amélia Lima Paganini

Abstract


A paralisia Cerebral (PC) pode ser considerada um grupo de desordens do desenvolvimento do movimento e da postura, e é atribuída a distúrbios não progressivos que ocorreram no cérebro durante o período fetal e no bebê, resultando em dificuldades nas habilidades funcionais. Estes déficits funcionais, via de regra, provocam repercussões na qualidade da saúde bucal e na qualidade de vida destes pacientes. O presente artigo realiza uma revisão de literatura sobre os aspectos sistêmicos e odontológicos de indivíduos portadores de paralisia cerebral, enfatizando aspectos conceituais, epidemiológicos e clínicos, com a finalidade de transmitir conhecimento aos profissionais da saúde e com isso tentar melhorar atenção à saúde geral nesse grupo populacional. Entretanto concluiu-se que não basta transmitir conhecimento faz-se necessário também a implementação de políticas públicas que contemplem a promoção, prevenção e melhoria dos serviços especializados para esses pacientes, conjuntamente com ações interprofissionais da saúde que contribuam para a integralidade da assistência e aprimoramento dos serviços.


Keywords


Socialização. Saúde Bucal. Prevenção. Transtornos Motores.



DOI: http://dx.doi.org/10.19177/jrd.v6e62018118-123

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Journal of Research in Dentistry, University of Southern of Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2317-5907

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.