Representação discursiva de pessoas em situação de rua no “Caderno Brasília”: naturalização e expurgo do outro

Viviane de Melo Resende

Resumo


Neste artigo, utilizo o referencial da Análise de Discurso Crítica para analisar o texto “Abandono no Lago Norte – Casa que pertence ao Ibama virou ponto de drogas e abrigo para moradores de rua”, publicado em janeiro de 2011 no “Caderno Brasília”, semanário ligado ao jornal Hoje em Dia distribuído gratuitamente em centenas de pontos de Brasília. O texto discute o abandono de um imóvel público e suas consequências para a vizinhança, fazendo referência, inclusive no subtítulo, a “moradores de rua”. Tomando esse objeto analítico, procedo à análise da representação de atores sociais, especificamente do grupo classificado como “moradores de rua”. Também analiso, do ponto de vista da oração como representação, como esse grupo aparece no Sistema de Transitividade, com base nas orações em que o grupo é representado. A análise aponta que a situação de rua, grave problema social contemporâneo, é naturalizada na representação do evento em foco no texto.

Palavras-chave


Análise de Discurso Crítica; Representação; Transitividade; Naturalização; Situação de rua

Texto completo:

PDF/a


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.