O professor e as novas tecnologias na perspectiva da análise do discurso: (des) encontros em sala de aula

Nadia Pereira Gonçalves de Azevedo, Francisco Madeiro Bernardino Júnior, Elaine Pereira Daróz

Resumo


A compreensão e a utilização das tecnologias de informação e comunicação tornaram-se uma exigência na sociedade. A Educação não se priva à interpelação e, nesse sentido, tem-se mobilizado. Na rede pública de ensino, a informatização das escolas, a distribuição de notebooks aos professores e de tablets aos alunos são exemplos da interpelação do poder público às novas tecnologias na prática docente. Todavia, uma questão, dentre outras, se apresenta: qual a posição do professor nesse cenário tecnológico? O presente artigo visa a analisar o discurso pedagógico sobre a docência de língua inglesa na era digital. As formulações teóricas da escola de Análise do Discurso de linha francesa, fundada por Michel Pêcheux, constituem o aporte teórico deste trabalho, na compreensão de um sujeito sócio-histórico-ideológico. Partindo da consideração de que o discurso é heterogêneo, buscamos a compreensão da posição-sujeito professor de língua inglesa nesse cenário de constante transformação.

Palavras-chave


Professor; Sociedade tecnológica; Análise do Discurso

Texto completo:

PDF/A


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.