A militância feminista na Web: o funcionamento da argumentação em discursos sobre a violência no parto

Aline Fernandes de Azevedo Bocchi

Resumo


Neste estudo, são examinadas as categorias discursivas e argumentativas dos discursos feministas militantes, priorizando os metadiscursos léxico-semânticos que textualizam a violência médica contra a mulher durante o parto, ou seja, as formulações linguísticas que materializam o modo como as relações de poder atravessam e constituem esses discursos. Questionam-se, deste modo, as evidências ideologicamente construídas acerca das categorias de violência e militância por meio de uma abordagem discursiva que permite a análise e problematização de discursos designados como feministas e textualizados na materialidade significante digital. O interesse está voltado, principalmente, para o funcionamento das designações e dos testemunhos em blogs militantes considerados lugares de interpretação e reformulação da experiência da violência no espaço digital.

Palavras-chave


Análise de discurso; Feminismo; Parto; Violência

Texto completo:

PDF/A


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.