Processos de subjetivação e identificação: ideologia e inconsciente

Belmira Magalhães, Bethania Mariani

Resumo


O presente ensaio tem como objetivo articular interfaces e fronteiras entre a análise do discurso, a psicanálise lacaniana e o materialismo histórico. Nosso foco é a noção de sujeito considerando o aporte teórico de Marx/Lukács relativamente à noção de ideologia e, também, o aporte teórico de Freud/Lacan com relação ao conceito de inconsciente. Na noção de sujeito, central em Análise do Discurso, concentra-se uma crítica ao idealismo e ao humanismo. É do sujeito interpelado pela ideologia, clivado pelo inconsciente e individualizado pelo Estado, que se formula uma teorização. É com relação ao sujeito enquanto posição no discurso que se constroem as análises. No artigo em tela, o conceito de subjetivação é incorporado a essa reflexão, que considera que o sujeito do discurso advém e se constitui na e pela linguagem.

Palavras-chave


Análise do discurso; Psicanálise Lacaniana; Materialismo histórico

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.