DA PRODUTIVIDADE DO CONCEITO DE PRÉ-CONSTRUÍDO E SEUS DIFERENTES MODOS DE FUNCIONAMENTO: UMA ABORDAGEM TEÓRICO-ANALÍTICA.

Paula Daniele Pavan, Alessandro Nobre Galvão

Resumo


Este trabalho propõe, a partir das reflexões de Pêcheux ([1975] 2009), sistematizar uma revisão da categoria do pré-construído. A abordagem repensa a tese de que o pré-construído é uma instância diferente de outro elemento de saber que funciona desde o interdiscurso de forma perpendicular/transversa. A proposta é pensá-lo como única instância de saber a partir de modalidades diferenciadas, que podem ser sintetizadas pelos seguintes verbos em seus desdobramentos: encaixar, atravessar e ressoar. Esse gesto baseia-se em Indursky (2011), que opera distintamente com a categoria do discurso-transverso, permitindo sustentar que só o pré-construído conecta discursos. A fim de assegurar teórica e analiticamente a incursão, o trabalho elege o funcionamento do discurso do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB). A partir de diferentes recortes, são examinadas sequências discursivas que indiciam esse funcionamento do pré-construído a partir das três modalidades citadas.


Palavras-chave


Pré-construído; Discurso-transverso; Movimento popular

Texto completo:

PDF


Ling. disc. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 1982-4017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.