DESAFIOS AO PROTAGONISMO FEMININO PARA A GERAÇÃO DE RENDA EM LAGUNA-SC: GÊNERO, BOLSA FAMÍLIA E SERVIÇO SOCIAL

Dr. Christian Muleka Mwewa (Unisul), Mndª. Patrícia da Costa Oliveira (Unisul)

Resumo


As lutas travadas pelas mulheres se dão em diferentes âmbitos, que demandam estratégias diferenciadas para o enfrentamento. Diante de diversos obstáculos que se apresentam em contextos familiares e/ou de trabalho, muitas mulheres têm se desafiado a apresentar sérias alternativas socioeconômicas para o desenvolvimento local. Contudo, o desequilíbrio nos âmbitos do trabalho e da participação feminina na geração de renda, ainda se configura em desafio atual para dirimir as desigualdades entre os gêneros. A presente comunicação parte de uma pesquisa mais ampla financiada pelo CNPq (2013-2014), e se propõe à análise da ação da assistente social na realidade das famílias das mulheres pescadoras que recebem auxílio do Programa Bolsa Família na região peninsular de Laguna - SC, visando à potencialização do referido programa para a geração de renda por meio de alternativas socioeconômicas. As análises indicam que os conselhos municipais podem ser uma instância mediadora entre o Estado, a necessidade de implementação de políticas públicas e a comunidade envolvida, ampliando a participação política das mulheres pescadoras, por exemplo, em nível municipal. É nesta tensa relação das lutas sociais com radicalidade nas questões de gênero que podemos vislumbrar uma sociedade equânime.

Palavras-chave


Mulheres Pescadoras; Gênero; Serviço Social; Programa Bolsa Família.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/prppge.v7e112013168-181

Poiésis. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN-e 2179-2534

Licença Creative Commons

Poiésis is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.

Apoio:

 FAPESC

 

ANPED