AS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NAS LICENCIATURAS: O QUE DIZEM OS CURRÍCULOS ANUNCIADOS

Joana Célia dos Passos

Resumo


Este artigo apresenta o resultado de um trabalho realizado em 2011, que teve como objetivo analisar oferta de disciplinas e conteúdos que possibilitem discussões e estudos sobre as relações étnico-raciais em cursos de licenciaturas de Santa Catarina - SC. Para este texto, foram analisados os projetos pedagógicos dos cursos de História e Pedagogia de dez universidades catarinenses, com a intenção de identificar quais as configurações curriculares os cursos têm assumido em relação à educação das relações étnico-raciais e o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana. Percebemos que, embora tenham se passado dez anos da alteração na LDB 9394/96 pela Lei 10639/03, ainda assim, as universidades de SC não apresentam resultados satisfatórios na inserção dos conhecimentos requeridos pela atual legislação em seus projetos de cursos.

Palavras-chave


Formação de professores; Currículo; Relações étnico-raciais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/prppge.v8e132014172-188

Poiésis. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN-e 2179-2534

Licença Creative Commons

Poiésis is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.

Apoio:

 FAPESC

 

ANPED