A formação de professoras alfabetizadoras

Maria Aparecida Lapa de Aguiar

Resumo


O presente artigo relaciona-se à pesquisa realizada durante Doutorado que teve como objetivo principal identificar e analisar fatores que condicionam, impactam e intervêm nas escolhas teórico-metodológicas nas práticas de professoras alfabetizadoras. Para tanto, desenvolveu-se pesquisa de campo de caráter etnográfico com três professoras, duas de um Município do Norte de Santa Catarina/Brasil e uma do distrito do Porto/Portugal (no processo de Doutorado Sanduíche). Apresentam-se algumas reflexões sobre a constituição do “ser” professora e o processo formativo dos sujeitos da pesquisa a partir da análise de trechos de entrevistas. Conclui-se que os processos de formação do professor (formalizados e não-formalizados) devem ser avaliados em suas múltiplas determinações. Infere-se que a constituição da profissionalidade docente merece um olhar atento das ciências voltadas para a Educação.

Palavras-chave


Formação de professores; Professoras alfabetizadoras; Múltiplas determinações

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/prppge.v1e12008101-115

Poiésis. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN-e 2179-2534

Licença Creative Commons

Poiésis is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.

Apoio:

 FAPESC

 

ANPED