A GRAVITAÇÃO DA ÉTICA DO CUIDADO NA MEDIAÇÃO: INTERVENÇÃO SOCIAL E ESCOLAR NAS ESCOLAS

Ernesto Candeias Martins, SUSANA BARTOLO MARTINS

Resumo


Na resolução de conflitos, no incumprimento de normas e nas situações de indisciplina escolar, exigem-se mediadores e programas de mediação. Na implementação destes programas é essencial formar mediadores para intervirem em contexto socioeducativo com alunos, professores e família, sendo exigido a esses profissionais uma ética profissional mediadora. A necessidade de educar os alunos para integrarem as equipes de mediação implica a promoção de valores de convivência e uma ética do cuidado com os outros. A ética do cuidado e do encontro permite mais possibilidades de convívio e novas formas de existência humana. Procuramos interpretar os pontos de vista de alguns autores sobre a mediação (modelos e programas), destacando a educação para a tolerância, solidariedade, responsabilidade e cidadania, que são exigências da escola no âmbito da educação para os valores. A mediação contribui para resolver conflitos, melhorar a comunicação, as relações e a convivência.


Palavras-chave


Mediação escolar e social. Ética do cuidado. Intervenção escolar. Convivência escolar. Valores.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/prppge.v10e182016371-388

Poiésis. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN-e 2179-2534

Licença Creative Commons

Poiésis is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.

Apoio:

 FAPESC

 

ANPED