DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA: FORMAÇÃO PEDAGÓGICA NO STRICTO SENSU

Amanda Pires Chaves, Maura Maria Morita Vasconcellos

Resumo


O artigo tem como foco a formação para a docência universitária. O objetivo principal foi analisar ações e propostas relativas à formação docente para a Educação Superior na Pós-Graduação Stricto Sensu. Num estudo qualitativo, de caráter exploratório-descritivo, foram consultados, por meio de um questionário, alunos de um Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação Física. Como resultado, considera que o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu investigado, tem buscado aliar o equilíbrio entre a formação para o ensino e a formação para a pesquisa, mas, ainda assim, acaba por privilegiar a pesquisa, pressionado por políticas públicas e avaliações de caráter produtivo, que induzem à formação do pesquisador, relegando ao segundo plano a formação para a docência em si. Evidencia a necessidade de maior investimento da Pós-Graduação na formação para a docência.


Palavras-chave


Ensino Superior; Docência Universitária; Stricto Sensu.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/prppge.v9e162015457-472

Poiésis. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN-e 2179-2534

Licença Creative Commons

Poiésis is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.

Apoio:

 FAPESC

 

ANPED