EXPANSÃO E DEMOCRATIZAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR NA BAHIA: A IMPLANTAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA E AS EXPECTATIVAS DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO PÚBLICO

Ana Maria Freitas Teixeira, Cristina Larrea-Killinger

Resumo


O objetivo do artigo é analisar etnográfica e sociologicamente alguns aspectos relacionados a implantação da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), instituição multicampi com extensa área de abrangência no interior da Bahia, região carente de oferta no ensino superior público. Desse contexto deriva o interesse em compreender quem são os jovens alunos concluintes do ensino médio público dessa região, potenciais demandantes dessas vagas, suas famílias, seu universo sociocultural, a compreensão que têm da ‘chegada’ da nova universidade e suas expectativas de prolongamento da escolarização. Para atingir o objetivo proposto lançamos mão de uma leitura interdisciplinar entrecruzando resultados do estudo etnográfico realizado em duas das cidades compreendidas no raio de abrangência da Instituição, mediante a permanência prolongada na região, realização de entrevistas com os jovens e suas famílias, autobiografias e resultados advindos de estudo sociológico ampliado a toda região de atuação dessa Universidade mediante a utilização de questionários.

Palavras-chave


Ensino Superior; Ensino Médio; Democratização; Colégios Universitários

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/prppge.v9e162015399-417

Poiésis. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN-e 2179-2534

Licença Creative Commons

Poiésis is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.

Apoio:

 FAPESC

 

ANPED