FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INSTITUCIONALIZADA PARA O DOCENTE NA/DA EDUCAÇÃO SUPERIOR: TEMPO DE CONTRADIÇÕES

Meirecele Calíope Leitinho, Ana Maria Iorio Dias, Ana Maria Iorio Dias

Resumo


Este artigo discute a formação pedagógica institucionalizada, para professores da Educação Superior, situando-a no âmbito de Políticas de Desenvolvimento Profissional Docente, que integrem formação com profissionalização. Consideramos, como categoria central de análise, a “contradição”, no contexto de uma práxis interpretativa, da realidade e de seu desenvolvimento, de natureza dialética. Vivemos em “tempo de contradições” político-sociais, econômicas e educacionais, geradas pela crise do capitalismo global, com implicações no contexto brasileiro. Assim, este artigo identifica contradições que incidem na organização de programas, projetos ou ações isoladas de formação pedagógica do professor em exercício na Educação Superior, revelando três dimensões – organização jurídico-política, construção pedagógica e produção organizacional - das políticas mencionadas, considerando discursos temáticos sobre formação pedagógica do professor da Educação Superior brasileira.

 


Palavras-chave


Formação Pedagógica na Educação Superior; Contradições; Dimensões Organizativas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/prppge.v9e162015418-437

Poiésis. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN-e 2179-2534

Licença Creative Commons

Poiésis is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.

Apoio:

 FAPESC

 

ANPED