A EXPANSÃO DO ENSINO SUPERIOR NO BRASIL PELO PROGRAMA REUNI: DEMOCRATIZAÇÃO DA FORMAÇÃO UNIVERSITÁRIA OU APENAS UMA AMBIVALÊNCIA LEGAL?

Graziela Giusti Pachane, Bruna De Melo Vitorino

Resumo


Este trabalho tem por objetivo analisar o impacto das recentes políticas educacionais nas condições de trabalho dos professores, em especial o REUNI e, partir delas, seus reflexos na qualidade da educação ofertada nas universidades brasileiras. Iniciamos por uma breve contextualização das recentes políticas educacionais, a seguir, apresentamos os dados obtidos em uma pesquisa realizada em 2013/2014, cuja coleta foi realizada com professores efetivos de uma universidade federal, atuantes em cursos abertos após a adesão ao REUNI. A realidade retratada é preocupante, pois tende à precarização do trabalho docente com consequente queda na qualidade de ensino. Assim, embora o REUNI, por um lado tenha significado real ampliação da oportunidade de acesso ao ensino superior, por outro, deixa muito a desejar no que diz respeito a infra-estrutura universitária, condições de trabalho dos professores e na qualidade da educação ofertada, o que nos leva ao questionamento proposto no título. 


Palavras-chave


Ensino Superior; REUNI; Docente.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/prppge.v9e162015438-456

Poiésis. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN-e 2179-2534

Licença Creative Commons

Poiésis is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.

Apoio:

 FAPESC

 

ANPED