Educação infantil pós-LDB: configurações recentes das redes municipais em Santa Catarina

Márcia Buss-Simão, Eloisa Acires Candal Rocha, Samantha Sabbag

Resumo


O presente texto é resultado de uma investigação que fez parte de uma pesquisa mais ampla, que teve como objetivo conhecer o panorama da Educação Infantil no estado de Santa Catarina após da aprovação da LDB de 1996. A pesquisa objetivou contribuir com o conhecimento das configurações recentes das redes municipais de ensino do Estado, com maior abrangência sobre a Educação Infantil. Os dados foram recolhidos no ano de 2012 por meio de questionário enviado para 20% do total de 293 municípios do estado de Santa Catarina e, apesar dos limites concernentes ao processo de recolha de dados, houve um retorno de 32 questionários. Neste texto são apresentados e analisados os dados relativos às características de organização do sistema educacional dos municípios, em particular como cada município organiza seu sistema educacional; a estrutura das secretarias, se existe ou não uma equipe de acompanhamento pedagógico às instituições de Educação Infantil; que dados dispõem sobre a cobertura e atendimento à Educação Infantil (número de crianças atendidas, modalidade de atendimento, de turmas, horários).


Palavras-chave


Educação Infantil; Redes municipais de ensino; Santa Catarina.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/prppge.v11e192017112-140

Poiésis. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN-e 2179-2534

Licença Creative Commons

Poiésis is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.

Apoio:

 FAPESC

 

ANPED