A FORMAÇÃO DE EDUCADORES/AS DE INFÂNCIA: DA EXIGÊNCIA E COMPLEXIDADE DA PROFISSÃO AO PROJETO DE FORMAÇÃO NA UniverCidade DE ÉVORA

Maria Assunção Folque

Resumo


A formação dos professores da Educação Infantil é um campo praxiológico potenciador da qualidade de vida das crianças, das suas famílias e comunidades, e de um desenvolvimento sustentável. Este texto apresenta o projeto de formação da Universidade de Évora (UE), sedimentado em um perfil de profissional que responda à complexidade da profissão nos nossos dias. Explicita os fundamentos teóricos e pedagógicos desta formação: 1) o isomorfismo pedagógico; 2) a inter-ação entre a Universidade e os contextos educativos; 3) o enriquecimento cultural sustentado nos contextos socioculturais da UniverCidade; e 4) a instituição de comunidades de aprendizagem colaborativa. Privilegiam-se a aprendizagem por projeto e escrita socializada enquanto instrumentos de construção e afirmação da profissão baseada em processos investigativos, que conferem cientificidade ao trabalho e promovem a qualidade das práticas profissionais.


Palavras-chave


Formação de professores; Educação Infantil; Isomorfismo Pedagógico; Comunidade de Aprendizagem

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/prppge.v12e21201832-56

Poiésis. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN-e 2179-2534

Licença Creative Commons

Poiésis is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.

Apoio:

 FAPESC

 

ANPED