Aplicação da microdermoabrasão em manchas senis nas mãos de idosos

Maria Teresa Bicca Dode, Elisa Letnnin Kaminski, Bruna Castro Finknauer, Pedro Selau Borges

Resumo


Introdução: O processo de envelhecimento acarreta na diminuição da produção de melanina, desprotegendo a pele e tornando-a mais suscetível a alterações discrômicas, predominantemente na face e no dorso da mão, produzindo, assim, uma aparência estética desagradável. A microdermoabrasão colabora para o clareamento epitelial através da ação esfoliativa sobre a capa córnea epidérmica, ocasionando a destruição seletiva dos melanócitos. Objetivo: Verificar os efeitos da aplicação de um protocolo com microdermoabrasão em manchas senis nas mãos de idosos. Materiais e métodos: Realizou-se um ensaio clínico, envolvendo 9 idosas com manchas senis nas mãos e idade média de 69,67 (±5,34) anos. Para avaliação da tonalidade das manchas, utilizou-se a escala numérica de coloração da pele. A satisfação das participantes após as cinco sessões de microdermoabrasão foi analisada através da GAIS. Para análise estatística, utilizaram-se os testes F e Tukey com nível de significância a 5%. Resultados: Não houve redução significativa quanto à quantidade de manchas senis. Em média, as pacientes iniciaram o tratamento com 44,11 (±18,95) manchas e, após as cinco sessões, estas apresentaram-se em 35,56 (±21,26). Contudo, observou-se redução significativa (p < 0,05) da tonalidade das manchas quando comparamos o momento pré-protocolo (11,44), com a 5ª sessão (10,33). Na avaliação de satisfação, 56% das participantes relataram melhora acentuada em relação à condição inicial. Considerações finais: A aplicação da microdermoabrasão proporcionou redução na tonalidade das manchas senis, o que ressalta os benefícios da técnica.


Palavras-chave


abrasão quimica; fisioterapia; hiperpigmentação.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


R. fisioter. reab., Universidade do Sul de Santa Catarina, Palhoça, ISSN 2526-7353

 

Licença Creative Commons
O trabalho Revista Fisioterapia & Reabilitação de http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/RFR está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.