A influência de um programa de promoção de saúde na qualidade de vida de funcionárias do setor administrativo de uma instituição de ensino superior

Daniela Crispim Aguiar, Roseli Norberto Leite, Luana Meneghini Belmonte, Luiz Augusto Oliveira Belmonte, Inês Alessandra Lima

Resumo


Objetivo: Avaliar a influência de um programa de promoção de saúde na qualidade de vida de funcionárias do setor administrativo de uma instituição de ensino superior. Material e Métodos: A aplicação do questionário WHOQOL-Bref foi realizado em duas coletas com o intervalo de 3 meses e foi aplicado em uma amostra de 31 mulheres, com idade média de 31,3 (± 11,2) anos, funcionárias de um setor administrativo participantes (GP) ou não de um Programa de Promoção a Saúde (GNP) em uma instituição de ensino superior em Palhoça - SC. Os dados foram tabulados por meio do programa estatístico Graph Prism 6.0, seguindo a sintaxe proposta pelo WHOQOL. Resultados: Pode-se observar que as participantes do estudo de ambos os grupos, apresentaram médias regulares em todos os domínios (físico, social, psicológico e meio ambiente), sendo que GP e GNP apresentaram melhora significativa do domínio físico na verificação inferencial intragrupo e no domínio psicológico somente o GNP. Conclusão: os resultados vem confirmar a associação positiva entre a participação em um programa de saúde do trabalhador e melhor qualidade de vida, o que reforça a necessidade de um estilo de vida ativa ao longo do processo de vida laboral dos trabalhadores.

 


Palavras-chave


Atividade física; Qualidade de vida; Trabalhador

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


R. fisioter. reab., Universidade do Sul de Santa Catarina, Palhoça, ISSN 2526-7353

 

Licença Creative Commons
O trabalho Revista Fisioterapia & Reabilitação de http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/RFR está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.