O USO DE INTELIGÊNCIAS ARTIFICIAIS NO SISTEMA JUDICIAL BRASILEIRO: CENÁRIO DE DISPUTAS

Daniel Alves Pessoa

Resumo


No presente artigo, busquei situar o uso de inteligências artificiais no sistema judicial brasileiro, a partir do enfoque da sociologia das profissões jurídicas, tal como desenvolvida por Maria da Glória Bonelli. Para tanto, fiz alguns levantamentos bibliográficos e documentais para tratar do tema e sugerir alguma(s) hipótese(s) a respeito, assumindo assim uma perspectiva exploratória e com certo tom descritivo nas pesquisas realizadas para apresentar as discussões e resultados. Depois de extrair algumas categorias da sociologia das profissões jurídicas, entendo que pude descrever a utilização das inteligências artificiais num cenário de disputas.

Palavras-chave


Inteligência Artificial; Sistema Judicial Brasileiro

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/ufd.v10e21202041-56

Direitos autorais 2020 Unisul de Fato e de Direito: revista jurídica da Universidade do Sul de Santa Catarina

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Unisul fato e dir. Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2358-601X