Cromossomos x e y: o social e o biológico no discurso sobre gênero na superinteressante

Elisa Guimarães, Silmara Cristina Dela da Silva

Resumo


Lançada no fim dos anos 1980 como uma versão brasileira da espanhola Muy Interesante, a revista Superinteressante publica reportagens sobre história, comportamento, ciência e tecnologia. Entre os assuntos mais abordados pela revista, estão questões relacionadas a gênero e sexualidade, temas que permearam 58 notas e matérias que circularam em suas páginas entre os anos de 2011 e 2012. Por meio da análise discursiva de uma destas reportagens, Homens x mulheres: por que eles estão ficando para trás? (junho/2011), o presente artigo tem como foco o modo como o biológico e o social são representados no discurso sobre papéis sociais de gênero da Superinteressante. Mobilizando conceitos da Análise do Discurso desenvolvida por Michel Pêcheux, o artigo busca mostrar como se constituem efeitos de sentido no discurso em circulação na  revista no que diz respeito a homens e mulheres, e também à ciência.


Palavras-chave


análise do discurso; jornalismo científico; gênero

Texto completo:

PDF/A


R. cient. ci. em curso, Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2317-0077