Resíduos sólidos urbanos: depósitos irregulares no munícipio de Passo Fundo, Rio Grande do Sul, Brasil

Carla Grasiele Zanin Hegel, Paulo Fernando Oliveira Cornélio

Resumo


Dentre os problemas ambientais oriundos da urbanização destaca-se a deposição irregular de resíduos sólidos já que a destinação inadequada está intensamente relacionada à poluição do solo e das águas. Este trabalho teve por objetivo mapear e identificar os depósitos irregulares de resíduos sólidos urbanos do município de Passo Fundo, visando contribuir com a política de gerenciamento de resíduos do município. Foram realizadas 42 vistorias pelos bairros, vilas, loteamentos e estradas de ligação do município, entre junho de 2011 a setembro de 2011, sendo registrados o local e os itens encontrados nos depósitos irregulares para posterior criação de um mapa dos focos de resíduos sólidos. Foram registrados 360 pontos de resíduos de origem residencial (333 pontos - 92,5%), da construção civil (221 pontos – 61,4%), de limpeza pública (202 pontos – 56,1%) comercial (128 pontos – 35,5%) e industrial (12 pontos – 3,4%). Animais mortos foram encontrados em 18 pontos (5%) e em 61 pontos (16,9%) foi ateado fogo nos resíduos. Evidencia-se com este estudo a necessidade que o município possui de ter um plano de gerenciamento de resíduos e uma política pública envolvendo todos os segmentos da sociedade passo-fundense. Recomenda-se um programa eficaz imediato de educação ambiental, fiscalização rigorosa do poder público municipal, envolvimento dos meios de comunicações e estudos referentes ao controle e quantificação de resíduos sólidos urbanos das diferentes esferas.


Palavras-chave


Urbanização; impacto ambiental; destinação do lixo

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v2e120135-19

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.