GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS: ESTUDO DO CASO DA RECICLAGEM EM PELOTAS, RS

Marcos Vinicius Godecke, Vandressa Siqueira Walerko

Resumo


Diante das evidências relacionadas ao baixo índice de reaproveitamento dos materiais recicláveis no Brasil, este estudo toma o caso do município de Pelotas, região sul do estado do Rio Grande do Sul, para discutir programas que possam ser implementados para a ampliação da eficiência do serviço de coleta seletiva domiciliar de recicláveis. Além de referenciais bibliográficos e documentais, utiliza pesquisa de campo e entrevistas com os principais agentes envolvidos, incluindo técnicos municipais, cooperativas de recicladores e a população, usuária do serviço. Como resultado são propostos dois programas: a ampliação do convênio com as cooperativas de recicladores, capacitando-as para a coleta porta-a-porta dos recicláveis, e a educação ambiental da população, visando elevar o nível de adesão à segregação e correta destinação dos recicláveis nos domicílios.


Palavras-chave


Gestão de Resíduos Urbanos; Reciclagem; Pelotas

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v4e12015104-128

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.