IMPLANTAÇÃO DO PGRSS EM UMA DROGARIA E UMA FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO NO MUNICIPIO DE MARAU, RS

Leila Dal Moro, Adalberto Pandolfo, Laércio Maculan, Naira Barbacovi, Patricia Dal Moro, Aline Pimentel Gomes, Marcele Salles, Leandro Tagliari

Resumo


O presente trabalho aborda a implantação do Plano de Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS) em uma drogarias e uma farmácia de manipulação de uma cidade de pequeno porte, no sul do Brasil. A pesquisa visa a minimização dos impactos ambientais causados pelos materiais utilizados nos serviços da área da saúde descartados incorretamente no meio ambiente. Busca-se dar a adequada destinação final e manejo aos mesmos, além de informação ao pessoal envolvido, orientando o que pode ser reutilizado, reciclado ou tratado e o que deve ser encaminhado para destinação final segura, evitando assim riscos a população. Pode-se observar como resultados da pesquisa a elaboração de uma proposta para o plano de gerenciamento desses resíduos, e a implantação do mesmo, auxiliando na resolução dos problemas ambientais, sanitários e sociais.


Palavras-chave


Plano de Gerenciamento de Resíduos; Impactos Ambientais; Resíduos de serviços de saúde.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v4e22015160-176

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.