IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE COLETA SELETIVA: ASPECTOS LEGAIS E DE SUSTENTABILIDADE

Antonio Jackson Alcantara Frota, Mônica Mota Tassigny, Fabiana Pinto de Almeida Bizarria, Artur Gomes de Oliveira

Resumo


O presente estudo tem como objeto analisar os desafios e as perspectivas de sustentabilidade na implantação de programas de coleta seletiva. Para alcançar o objetivo proposto, foram analisados os desafios de uma boa gestão de resíduos sólidos, diminuindo a sustentabilidade dos projetos que visam assegurar as políticas da administração compartilhada entre o público e o privado. Na pesquisa apresentada, foi utilizado o método qualitativo, sendo sua análise de natureza descritiva, fundamentada em pesquisa bibliográfica e documental. As reflexões referentes à boa gestão de resíduos sólidos urbanos que evoquem a boa operacionalização de um programa de coleta seletiva indica que o município deveria oferecer aos cidadãos uma infraestrutura que colaborasse com o programa de coleta seletiva, carecendo estrutura sanitária, água, luz, telefone, vias pluviais, centros de saúde, educação ambiental, vias pavimentadas, entre outras realidades ainda muito distantes do contexto de muitas cidades brasileiras.


Palavras-chave


Resíduos sólidos. Coleta seletiva. Gestão.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v4e12015129-155

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.