DETERMINANTES DO NÍVEL DE DISCLOSURE NOS RELATÓRIOS DE SUSTENTABILIDADE EM CONFORMIDADE COM O GLOBAL REPORTING INITIATIVE

Daniela Di Domenico, Cristian Bau Dal Magro, Sady Mazzioni, Marinez Badziak Preis, Roberto Carlos Klann

Resumo


Os relatórios de sustentabilidade descrevem os impactos econômicos, ambientais e sociais das organizações. Por meio deles é possível medir e divulgar os impactos socioambientais causados pelas atividades das organizações e suas preocupações com o meio socioambiental em que estão inseridas. O objetivo do estudo é identificar os determinantes do nível de disclosure nos relatórios de sustentabilidade em conformidade com o Global Reporting Initiative (GRI) nas empresas listadas na BM&FBovespa. A pesquisa é descritiva, de natureza documental e com abordagem quantitativa. A população compreendeu 523 empresas listadas na BM&FBovespa e a amostra é composta de 71 empresas que divulgaram o relatório de sustentabilidade no modelo GRI. Os resultados apontam que o setor de utilidade pública apresentou maior nível de evidenciação nos relatórios de sustentabilidade em conformidade com o modelo GRI. Os determinantes para o nível de evidenciação foram a riqueza gerada, margem líquida, retorno sobre o patrimônio líquido e o retorno sobre o ativo.

Palavras-chave


Global Reporting Initiative. Relatório de Sustentabilidade. Evidenciação.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v4e220154-30

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.