GESTÃO AMBIENTAL: TECNOLOGIA SUSTENTÁVEL PARA O DESENVOLVIMENTO NO SERTÃO PARAIBANO

Nelly Alexandre Marçal, Adriana dos Santos, Nadelly Marçal, Susana Lucena

Resumo


 Os biodigestores são equipamentos de fabricação relativamente simples, que possibilitam o reaproveitamento das fezes de animais e restos de alimentos para gerar gás e adubo, também chamados de biogás e biofertilizantes. Existem os biodigestores que são alimentados com restos de alimentos, principalmente cascas de frutas, legumes e os que funcionam por meio das fezes de suínos e bovinos. O Brasil dispõe de condições climáticas favoráveis na implantação dos digestores e são uma alternativa para explorar a imensa energia derivada dos dejetos animais e restos de cultura e liberar o gás de bujão e o combustível líquido (querosene, gasolina, óleo diesel) para o consumo humano, aliviando com isso o país de uma significativa parcela de importação de derivados do petróleo. O presente artigo tem como objetivo enfatizar a importância do Centro de Educação Popular e Formação Social na qualidade de vida das famílias do sertão paraibano, através da apresentação de um modelo de Sistema de Gestão Ambiental (SGA), que por intermédio de uma tecnologia sustentável busca a preservação do meio ambiente, através de projetos voltados ao aproveitamento dos recursos naturais, a exemplo do biodigestor que proporciona menores custos para famílias que utilizam recursos que antes não era aproveitado pela falta de informação. Sendo assim, foram necessárias visitas ao local, aplicação de questionários para entendimento de como acontecem às etapas para o funcionamento do biodigestor e como este tem sido analisado pelas famílias, ou seja, qual o nível de satisfação dos agricultores beneficiados, observando-se que as famílias apresentaram índice satisfatório com relação à implantação desse recurso e ainda estão interessados em outras modalidades do SGA na perspectiva de um futuro melhor. A presente pesquisa vem demonstrar que trabalhos como esse trazem informações e, consequentemente irão gerar divulgação a outras regiões, refletindo em melhorias nos diversos setores no âmbito tecnológico, cultural, econômico, social e principalmente ambiental.


Palavras-chave


Meio ambiente; Biodigestor; Preservação; Sustentabilidade.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v4e22015139-159

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.