PROPOSTA DE PLANO DE CONTROLE AMBIENTAL E INTERPRETAÇÃO DO PLANO DE RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS: o caso da Salgadeira – Chapada dos Guimarães MT

Debora Aparecida Silva Santos, Michele Salles Silva, Adam Luiz Claudino de Brito, Greyce Bernardes Mello Rezende, Fernanda Pereira Silva, Valéria Cristina Menezes Berrêdo

Resumo


A conservação da natureza só ocorrerá com a utilização racional e planejada dos recursos naturais, encarando-os como um patrimônio natural da humanidade. Nesse contexto, os estudos relacionados à compreensão da estrutura e funcionamento de paisagens têm sido utilizados de forma a auxiliar as ações de conservação de biodiversidade. O presente trabalho descreve o empreendimento localizado na área delimitada da Salgadeira na Chapada dos Guimarães-MT, 2014, as características ambientais, os impactos ambientais significativos no local, bem como a metodologia e procedimentos de análise de estudo de impactos em unidade de conservação. Esta área de turismo foi degradada pela ação antrópica e está em processo de revitalização e de recuperação.


Palavras-chave


Unidade de conservação, revitalização, plano de recuperação de áreas degradadas, estudo de impacto ambiental.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v4e22015345-368

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.