PRIMEIRA ESCOLA SOLAR DO BRASIL, O PROJETO PROMOÇÃO DA GERAÇÃO RENOVÁVEL DE ELETRICIDADE NA AMÉRICA DO SUL E SEUS IMPACTOS

Jéssica Garcia, Issa Ibrahim Berchin, Felipe Fernandez, Ana Clara Medeiros da Silveira, Wellyngton Silva de Amorim, Andreia de Simas Cunha Carvalho, José Baltazar Salgueirinho Osório de Andrade Guerra, Rogério Santos da Costa

Resumo


O objetivo deste estudo é analisar o impacto da implementação da primeira escola solar no Brasil, desenvolvida no âmbito do projeto Promoção da geração renovável de eletricidade na América do Sul (REGSA). Para alcançar este objetivo, a técnica de pesquisa empregada envolveu entrevistas em profundidade com questionários semiestruturados que foram aplicados em 8 pessoas as quais tiveram alguma relação com o projeto, ou pertencem à comunidade local. Entre os entrevistados, estão membros do governo, da comunidade, membros do REGSA na Unisul e empresas locais. Teve especificamente como objetivo analisar o impacto alcançado em três níveis: a) transferência de tecnologia; b) desenvolvimento sustentável; e c) participação na tripla hélice. Os resultados mostraram que em todas as três esferas de análise, referentes aos objetivos específicos, o projeto REGSA teve um impacto positivo.

Palavras-chave


Transferência de tecnologia; Desenvolvimento sustentável; Tripla Hélice; Estratégia.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v4e0201572-89

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.