USO DE COAGULANTES NATURAIS NO TRATAMENTO DE COAGULAÇÃO/FLOCULAÇÃO DE EFLUENTE PROVENIENTE DE ABATEDOURO DE AVES

Natália Lucyk, Eliane Hermes, Samaila Pujarra, Rafaela Pachega da Silva, Renato José Simioni, Dilcemara Cristina Zenatti

Resumo


Os abatedouros de aves caracterizam-se pelo elevado consumo de água, proveniente do abate e desinfecção das instalações e equipamentos, promovendo alta geração de efluentes com elevada carga orgânica. O uso de coagulantes naturais no tratamento primário destes efluentes apresenta vantagens em relação à biodegradabilidade, baixa toxicidade e baixo índice de produção de lodo. O presente trabalho teve por objetivo avaliar a eficiência de remoção de cor e turbidez no tratamento de coagulação/floculação de efluente proveniente de um abatedouro de aves da região Oeste do Paraná. Foram aplicados quatro coagulantes diferentes, estes utilizados em duas concentrações, sendo o tempo do processo de 2 minutos para coagulação, 20 minutos para floculação e 40 minutos para sedimentação. Os tratamentos que utilizaram Tanino SG e SL, na concentração de 100 mg L-1, apresentaram melhores resultados na remoção de cor e turbidez, com 84,67% e 81,00% de remoção de cor, respectivamente e 94,33% e 92,33% de remoção de turbidez, respectivamente. O uso de coagulantes naturais é uma alternativa viável ao tratamento de efluentes, evitando o uso de coagulantes químicos que geram maior quantidade de lodo contendo poluentes que necessitam de tratamento adequado prévio a sua destinação final.

Palavras-chave


cor; quitosana; sulfato de alumínio; tanino; turbidez.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v4e02015576-587

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.