BEM-ESTAR FUNDAMENTAL E ECONÔMICO: UMA ANÁLISE CRÍTICA DO PIB E DOS INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE

Maria Daniele de Jesus Teixeira, Lucas Vitor de Carvalho Sousa, Alexandre Magno de Melo Faria

Resumo


O PIB é um dos principais registros da contabilidade social de um país e mede o fluxo da produção de bens e serviços em determinado período, além de ser utilizado como referência na mensuração do crescimento econômico. No entanto, vem recebendo algumas críticas quanto a sua utilização e ausência de variáveis relacionadas ao meio ambiente. Desta forma, através da análise descritiva analítica, este ensaio avalia a capacidade dos indicadores agregados sugeridos na recente literatura internacional de suprir as lacunas evidenciadas nas críticas ao PIB, descrevendo suas metodologias e destacando suas potencialidades e limitações para a mensuração do bem-estar fundamental e econômico. Recomenda-se, ao final, cautela na utilização de indicadores agregados e quando possível analisá-los em conjunto, de acordo com o objetivo ou meta, conhecendo profundamente as informações que utiliza, assim como as fontes de dados e incertezas para reduzir o viés, e induzir políticas e decisões bem estruturadas.


Palavras-chave


PIB; indicadores de sustentabilidade; bem-estar

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v6e120174-40

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.