ANÁLISE DO GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS DE TECIDOS GERADOS PELA INDÚSTRIA DE CONFECÇÕES DO AGRESTE DE PERNAMBUCO

Wanderbeg Correia de Araujo, Marcele Elisa Fontana

Resumo


O presente estudo tem como objetivo, analisar à forma de gerenciamento dos resíduos sólidos, com foco em restos de tecidos, das micro e pequenas empresas de confecções do Agreste de Pernambuco, bem como propor formas de prevenção de resíduos na fonte e melhorias em seu gerenciamento. Para isso, foram realizadas entrevistas e aplicação de questionário para identificar o perfil das empresas e as práticas de gerenciamento de seus resíduos de tecidos. Através desta pesquisa, constatou-se que a maioria das empresas de confecções do Agreste de Pernambuco, que foram objeto de estudo na pesquisa, não possui uma política ambiental voltada para o gerenciamento de seus resíduos e, quando essas possuem, foi possível perceber que a maioria delas apenas procura cumprir o que é exigido pela legislação. No entanto, a maioria das empresas consideradas na pesquisa, não procuram por vontade própria meios de gerenciar seus resíduos sólidos de forma sustentável. Dessa forma, foram verificadas e propostas oportunidades de produção mais limpa, como forma de prevenção e gerenciamento de resíduos sólidos nas micro e pequenas empresas de confecções do Agreste de Pernambuco.


Palavras-chave


Indústria de Confecção de Pernambuco; Impactos ambientais da indústria de confecção; Gerenciamento de Resíduos de tecidos; Produção mais Limpa.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v6e12017101-124

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.