TRABALHO E RESÍDUOS: UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE OS CATADORES DE LIXO DE UM ATERRO CONTROLADO NA AMAZÔNIA

Simone Lobato Ferreira da Cruz, Maria de Valdivia Costa Norat Gomes, Claudio José Cavante Blanco

Resumo


Os resíduos sólidos se constituem atualmente numa das questões mais urgentes a serem resolvidas pela humanidade, pois configuram, de um modo geral, um fator de grande impacto ambiental. Entre as implicâncias sociais estão os trabalhadores que sobrevivem da catação de lixo, expostas a exclusão social e malefícios a suas condições de saúde. Este trabalho é uma pesquisa exploratória de abordagem quantitativa e qualitativa, investigando o perfil socioeconômico e condições de trabalho dos catadores do Aterro de Perema, Santarém – PA. No aterro foram entrevistados 30 catadores, através de questionário com 48 perguntas abertas e fechadas. Os resultados incluem homens, mulheres, e menores de idade trabalhando em condições precárias, com mínima utilização de equipamentos de proteção individual, ocorrência de acidentes com objetos perfuro cortantes, baixa remuneração, falta de infraestrutura e o não funcionamento efetivo da cooperativa, demonstrando que a catação é feita, geralmente, de forma individual. Campanhas educativas para a população, além do aumento de abrangência da coleta seletiva na cidade, e maior agilidade em relação à conclusão das obras do aterro, melhorariam as condições gerais dos indivíduos envolvidos neste processo.


Palavras-chave


Resíduos sólidos. Aterro de Perema. Pará. Catadores.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v6e22017351-367

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.