AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO AR INTERNO DE UMA SALA EM PRÉDIO ADMINISTRATIVO DE PORTO ALEGRE/RS

Ramiro Pereira Bisognin, Liliane Marquardt

Resumo


A presença de poluentes químicos e biológicos no ar interno de estabelecimentos públicos cria condições que podem comprometer a saúde e a produtividade dos funcionários. Por este motivo, o presente trabalho consistiu em avaliar as condições de conforto e a qualidade do ar interior de uma sala, com a ocupação de nove pessoas, em prédio administrativo de Porto Alegre/RS. Esta avaliação foi realizada através da verificação de parâmetros físicos de conforto, como, temperatura, umidade relativa do ar, ruído, velocidade das correntes de ar e parâmetros químicos como CO2, O2, H2S, CO e COVs. Os parâmetros foram avaliados sobre dois cenários, o primeiro com janelas abertas e condicionadores de ar desligados e o segundo, com janelas fechadas e condicionadores ligados. Com este estudo verificou-se que as temperaturas internas do ambiente foram aceitáveis entre os padrões de conforto térmico e as concentrações dos parâmetros químicos, em suma, atenderam as recomendações. Os ruídos extrapolaram os limites indicados pela NBR 10152 para o primeiro cenário, na maior parte do tempo, sendo amenizados no segundo cenário. Contudo, ainda foram considerados confortáveis segundo NR-17. As velocidades das correntes de ar e as taxas de renovação estiveram em conformidade com as recomendações vigentes. Com relação à presença de contaminantes microbiológicos, a concentração no ar externo foi, no mínimo, o dobro da concentração do ar interno, sendo possível a identificação do gênero de seis fungos filamentosos. Portanto, conclui-se que este trabalho permitiu diagnosticar e mensurar as principais fontes de contaminação do ambiente com potencial deletério a saúde

Palavras-chave


Ambientes Fechados; Qualidade do Ar Interno; Poluentes Químicos, Físicos e Biológicos.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v6e12017209-232

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.