O ÓLEO DE FRITURA RESIDUAL COMO MATÉRIA-PRIMA PARA A PRODUÇÃO DE BIODIESEL, TENDO COMO PONTOS DE COLETAS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO

Sandra Mara Stocker Lago, Weimar Freire da Rocha Jr.

Resumo


Este estudo tem como objetivo avaliar uma proposta de coleta de óleo de fritura residual como matéria-prima para a produção de biodiesel, tendo como pontos de coletas estabelecimentos de ensino. Foram realizadas entrevistas com os principais atores sociais que podem se envolver e também apoiar este processo no município de Cascavel, região Oeste do Paraná. A utilização de estabelecimentos de ensino públicos que possuem ensino fundamental II, como ponto de coleta é importante, pois envolve crianças e adolescentes que estão na fase ideal para o desenvolvimento da consciência ambiental e podem ser os disseminadores desta cultura no seu ambiente familiar, propiciando a extensão do projeto para toda a comunidade. Além dos ganhos ambientais, ganhos econômicos e sociais também podem ser obtidos com a venda do resíduo para transformação em biodiesel, por meio das Associações de Pais, Mestres e Funcionários (APMFs), que poderão aplicar os recursos para melhorias nas condições de ensino. O envolvimento da sociedade, que se constitui como fonte geradora deste resíduo, também pode se tornar a beneficiária indireta de um projeto como este.


Palavras-chave


Óleo de Fritura Residual. Biodiesel. Sustentabilidade. Estabelecimentos de ensino.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.19177/rgsa.v6e12017402-431

R. gest. sust. ambient., Florianópolis.Universidade do Sul de Santa Catarina, Santa Catarina, ISSN 2238-8753 Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.